04 dezembro 2009

Viver a Vida

"A vida não consiste em ter boas cartas na mão e sim em jogar bem as que se tem. "

Essa frase de Josh Billings retrata perfeitamente o que penso sobre a vida. Sempre tive pouco recursos, mas muita vontade para conseguir o que sonho. Foi assim durante a infância, o quanto era difícil ter um brinquedo, pois por diversas vezes minha mãe trabalhou para ganhar o nosso almoço. Mas com o passar do tempo e com uma pequena melhora em nossa vida financeira, ela podia comprar a prestação aquela boneca que eu tanto queria.

Os conselhos de minha mãe sempre foram os mesmos: "Não é porque você nasceu pobre que morrerá nessa situação. Não aceite, lute." E seguindo essas palavras, decidi fazer uma faculdade e ter uma profissão de verdade e assim abandonar de vez os balcões de lojas. Deu certo, mas não foi fácil. Foram quatro anos na maior dureza. A mensalidade era cara e minha mão dava a maior força para pagar minha condução. Lanche durante o intervalo? Isso era algo que não fazia parte da minha rotina, nunca sobrava nenhum trocado, dependia dos amigos para me dar uma coxinha. E mesmo assim, a época da faculdade foi uma das melhores da minha vida!

Na vida amorosa, dei várias cabeçadas, me magoei demais, fui traída, desacreditei do valor da amizade e questionei se o amor realmente existia. Até que a vida me fez uma agradável surpresa e me mostrou que eu estava completamente errada. Amigos existem sim e para todo mundo há alguém especial. O meu presente tem um sorriso lindo e está sempre ao meu lado.

Vejo o quanto é gostoso estar com meus amigos, a minha família. O quanto é bom relembrar histórias, receber uma ligação, um e-mail de alguém querido. É infinitamente bom rir das bobagens, dançar, não se importar se está agradando. Continuo planejando e sonhando todos os dias, e lutando também.

Viver a vida, é você passar por todos os momentos e ainda assim olhar para trás e ver que foi feliz, com todas as tristezas e alegrias. Isso para mim já basta.

* Esse post faz parte da Blogagem Coletiva em comemoração do aniversário do blog da querida Luci Cardinelli. Parabéns, amiga!

9 comentários:

Fabiana disse...

Que gostoso Rosi! REalmente a vida tem barreiras, as vezes grande e intransponíveis, mas podemos recuar, ou passar por outro caminho né?

Bjão!

Luci Cardinelli disse...

Hoje eu tenho o mesmo sentimento que você ao plhar para trás e ver que tudo valeu a pena.

Obrigada por participar da festa do Vida! :)

Beta disse...

Valeu e valeu muito!
Sempre vale.
este é o segredo da vida!
Querida Beta sem campanha não é Beta...rs
Por isso te convido a conhecer mais uma. Passa lá no blog!
Bj
Beta

Katia Bonfadini disse...

Rosi, adorei seu texto, mas também é difícil não gostar de algo que você escreve! Uma parte que me chamou a atenção foi o conselho da sua mãe. Meu pai nasceu bem pobre, começou a trabalhar com doze anos, dava mesada pros irmãos mais novos e sonhava em ter brinquedos que nunca chegou a ter. Mesmo assim, fez duas faculdades, passou num concurso pra Petrobras quando já era pai de três meninas, estudou, batalhou, ficou sempre em primeiro lugar nas provas que fez e hoje ele é um profissional bem sucedido na carreira que escolheu, teve muitas conquistas na vida que, quando menino, nunca sonhou ter. Sou uma filha super coruja e tenho um orgulho enorme de ser filha de alguém que não usou a situação financeira difícil como desculpa pra se acomodar e não ir à luta. Você também é uma mulher forte e corajosa e te admiro também! Beijos e um ótimo final de semana!

:: Nanda :: disse...

que energia boa tem esse texto!
adorei!

bom fim de semana flor

bjos

Raquel Machado disse...

Ola Rosi, eu também fiz parte dessa blogagem coletiva sobre viver a vida achei seu texto muito lindo acredito muito em algumas coisas que voce disse pois como você também nem sempre tive tudo que eu quis a faculdade e outro parto mesmo e sei como é contar as moedinhas para o xerox...mas sabe que deve valer a pena ne...tanto esforço. Bjks e otimo fim de semana.
http://kriativa.zip.net

Anônimo disse...

Ontem eu estava tristão por falta de verbas ; mas depois refleti e me posicionei ante à vida com os mesmos pensamentos de seu texto, dormi , acordei e lendo sua postagem acabei por entender que compensa lutar sim !

Nana disse...

Gata, a vida é feito de alto e baixo, isso sempre existirá!!!
eeee logo logo será uma mulher casada e passeando em Buenos Aires.
Bjss

Sandra disse...

Lindo o seu texto sobre a Vida.
As vezes acordamos, meio sem vontade. Mas na verdade, deveriamos olhar no espelho e dizer: Eu me Amo e Sou Feliz.
Vestir a melhor roupa e ir trabalhar, como se fossemos para uma festa. Curtir mais as coisas que estão ao nosso redor.
Mas viver a vida também é isso. É saber aproveitar e tirar os melhores momentos que ela tem para nos dar.
Sejam momentos, de alegrias ou de tristezas.Pois, a vida não é só feita de momentos alegres e de prazer. Também temos desafios.

Estou na parcitipação da vida do blog da Luci.
Venha conferir.
Venha fazer parte dessa linda vida. Brindar mais um dia.
http:sandrarandrade7.blogspot.com

Te esperarei lá, para brindarmos.
Com muito carinho
Sandra.