24 outubro 2011

Um trio de gripados

Aos três meses de vida, comemoramos o fato de o Dudu não ter tido as famosas cólicas, tão comuns em bebês pequenos. E olha que eu ficava sempre atenta a qualquer sinal a respeito, já que o pequeno desfrutou de leite materno apenas no seu primeiro mês de vida.

Aos sete meses de vida pudemos então comemorar o fato de o Dudu ter tido apenas um leve resfriado, que ocorreu numa viagem que fizemos à praia devido à mudança drástica de clima.

Aí veio esse tempo doido de outubro, que ainda não entendeu que estamos em plena primavera, e deu de presente ao meu pequeno uma gripe horrorosa, seguida de garganta inflamada, coriza e tosse. Custo a acreditar que inalação e soro no nariz resolvam mesmo gripes de bebês. A tosse dele tá tão carregada que tô me segurando para não oferecer um remedinho caseiro a ele.

Pra completar, o Papai do Dudu engatou na mesma gripe e quando tudo parecia que voltaria ao normal, eu devo ter ficado com ciúmes que resolvi ficar gripada também. E olha que sou super forte com esse negócio de gripe e resfriado, já estava há quase 2 anos sem ter um episódio desses, mas dessa vez ela veio com tudo. Desde sábado estou mal, mal, mal. Com dores no corpo, coriza e muita dor de cabeça.

E pra completar, os dentinhos do Dudu estão novamente entrando em cena, o que deixou o pequeno chatíssimo o final de semana inteiro. Noite passada, ele ficou no clima da Tele Sena: “de hora em hora” acordava chorando. Fizemos de tudo para acalmá-lo, mas era em vão. Enfim, o dia clareou e posso nomear a noite passada como a pior que já tive desde que ele nasceu. Hoje ele teve febre pela manhã e continua tossindo muito.

Estou muito cansada, física e emocionalmente. Me surpreendo com esse meu estado tão frágil. Já chorei de desespero, choro porque não consigo acalmá-lo, choro porque estou cansada, choro porque quero que ele fique bem.

P.S.: Perdemos a festa de aniversário de um ano do Yan, filho lindo da amiga Néinha. Uma pena! Conferi as fotos, foi uma festa linda. Parabéns, Yan!

4 comentários:

Ke disse...

Oi Rosi, já passei por essa situação e confesso que se tem uma coisa que me desespera é o fato de não poder dormir quando preciso. Tenho vontade de sumir quando isso acontece... choro mesmo, pois cuidar de um bebê gripado é um desgaste físico e emocional sem tamanho. O que me dá alento é saber que vai passar...

Cláudia Leite disse...

Dou graças à Deus que Isabella não ficou gripada ainda, mas sei que sempre tem a primeira vez...
adorei seu post sobre os preferidos e tb achei o máximo vcs terem saído pra curtir um pouco, pois além de mães somos esposas neh?

bjo.

Rafaella disse...

Os 3 doentes é dose ne rs...
Mas o melhoras ai pra vcs e que essa gripe passe logo...
bjos

Sandra Hellen Kautto disse...

Oi Rosi... fiquei sem te seguir por um tempo (por causa daquele vírus) daí só agora voltei e já vi que perdi um montão de novidades do Duduzinho!!!

Ai amiga, gripe é um saco mesmo, daí se junta com os dentes chegando e pronto. No domingo Elias acordou 13 vezes durante a noite, quase morri de tanto cansaço no dia seguinte...mas é assim mesmo!

Espero que logo passe e tudo fique bem!

Beijos pra vocês!