16 julho 2007

Alguém para dividir os sonhos

Já fiquei noiva duas vezes. Na primeira, eu tinha vinte anos, nada na cabeça e um namorado que simplesmente sumiu depois de alguns meses.
Na segunda vez, eu já estava com 24. Tinha alguma coisa na cabeça que eu desconhecia. Namoramos por muito tempo, muito mais que o necessário. Até o dia em que eu descobri que ele me traía (era o que eu tinha na cabeça). Terminei, mesmo tendo casa e tudo mais já preparado, porque tinha medo de ter uma vida medíocre e infernal.
Aquele sonho de ter uma pessoa que nos compreenda, através de um gesto, um olhar, uma palavra ou um sorriso, alguém que queira dividir conosco coisas simples da vida, aconteceu. Gente, eu encontrei essa pessoa e hoje eu passo a dividir muito mais que planos e sonhos.

3 comentários:

MB disse...

Oi Rosi.
Q lindo, e que ótimo que vc esteja assim, apaixonada.
Fico muito feliz por vc e por vcs.
Acredite mesmo no amor, ele sempre vem quando menos esperamos e mais precisamos.
Parabéns e muitas felicidades, vc merece.
Beijos.

Ivan disse...

Muito bom ler o que ainda eu não tinha visto.

Que sejam felizes sempre os dois pombinhos... E, por falar em pombinhos, oncordo com você sobre as aves- e, agora, talvez eu tenha de pedir desculpas por chamar você e seu par de pombinhos, he he.

Eu colecionei pouca coisa em minha vida, e sempre fogo de palha. E, mesmo indo tanto á São Pauloe conhecendo tanta gente da cidade, acredita que nunca estive na famosa 25 de Março?

=) disse...

q lindo!
pois bem, estou com 24 anos, quase casei, aconteceu uma coisa super chata...
e to aqui, me curando e pensando se realmente existe essa historia de alguem pra dividir sonhos, alegrias e coisas simples da vida.
talvez, isso seja tarefa pros amigos...