09 abril 2008

Crise fútil

Além das minhas crises espiritual-religiosa (isso realmente merece um post) e formada, pós-graduada e fora da área, tenho enfrentado a crise material, aquela do guarda-roupa vazio, sabem?

Tenho convivido bem com o fato de ganhar menos que no emprego anterior, aprendi a não sentir aquela necessidade louca de comprar algo toda semana para ficar feliz (toda sexta-feira era uma pequena orgia no shopping), mas ultimamente isso tem me deixado incomodada.

Blusinhas, calças, sandálias, lingeries e até cremes pra cabelo entraram no meu subconsciente e ficam gritando diariamente para serem possuídas, adquiridas, compradas. Tenho um impulso de ir até o shopping e gastar tudo o que tenho na conta bancária. Pena que em contrapartida tenho para pagar o carro, o dentista, o acordo do cartão, o aluguel, a energia elétrica, etc, etc, etc. Ai Deus, eu vou virar hippie.

2 comentários:

Mila disse...

Não acho que a crise seja futil naum... Mas acho que pode ser mais uma manifestação interior... Eu por aqui to admirada como o Submarino não bate aqui em casa a tempos... hehehe... Canalize querida!!!!
Beijos Mila

Georgia disse...

Já que vc está evitando comprar, venha fazer parte dessa blogagem comigo.

Olha, vim te convidar para fazer parte da blogagem coletiva contra o analfabetismo no Brasil.
Esse é um assunto que incomoda todo mundo. A blogagem será dia 18 de abril. Qualquer coisa pode perguntar sobre a blogagem que eu te explico.

Valeu.