16 agosto 2009

Da série: mistérios que abalam o mundo

Sim, eu não sou uma pessoa normal e nem comum. Sou azeda, afoita e nada mulherzinha, eu sei disso tudo. Mas não consigo entender o que faz uma mãe, no auge de sua maternidade, colocar nomes compostos e que não combinam entre si em um bebezinho tão lindo?! E tem mais, por que essas infelizes gostam tanto de nomes com letras repetidas e não convencionais?

Avisem a todos que Camilly Vithória é péssimo, Letícya Giovanna não combina e Arthur Leonardo é tosco. Quem nem toda Isabela tem que ter dois "LL" ou começar com "Y", que Gyselle não se escreve assim e Wellington é um nome difícil de escrever quando a criança está sendo alfabetizada.

Obrigada.

24 comentários:

Laély disse...

Nossa, Rosi! Nem lhe conto como às vezes preciso me segurar pra não rir, quando vejo alguns nomes na ficha de atendimento. Último, que me chamou a atenção: "Krisleygreg"!
Comentando com a secretária, descobri através dela, que ele tem mais 3 irmãos, todos eles, terminados em "greg"( santa imaginação, Batman!)
rsrs
Olha, eu vim aqui, em nome da diplomacia, porque vi seu comentário simpático, lá no blog do meu menino. Você deu boas dicas a ele, coisas que eu mesma já havia falado, orientando, e ele deu uma resposta, cortanto seco, em cima! Desculpa o mau jeito dele, tá? Prometo que o orientarei a ser mais polido com os comentaristas, do contrário, não receberá muitos, não.
Abraço e obrigada pela consideração em comentar em um blog de criança.

Elaine disse...

Olá!
Todo domingo eu indico aos meus leitores (milhares rsrsrs)um blog que eu tenha gostado de conhecer. Nesta semana o blog indicado é o seu. Uma homenagem bem simples...
Beijos e bom domingo.

Ci disse...

hhahahahahaah

apoio totalmente sua revolta!

vamos fazer uma campanha contra isso!

Ci disse...

ahhhhhhhhhhh esqueci de dizer!

eu sou advogada e esses dias estava na central de mandados de intimação do fórum da minha cidade quando minha amiga, que trabalha lá, me mostrou um mandado: Goodman da silva Onório!

tem noção?! huahauahuauh

Patrícia Pirota disse...

Ai Rosi,
Eu me identifiquei e ri muito com seu post...=)
Apesar de não ter sido "agraciada" pelos meus pais com um nome composto, tive incontáveis alunos dos quais dava dó, pois mal conseguiam escrever e falar o próprio nome.
Tem um que de tão inusitado, me lembro bem: Elvis Lenon. E o pior, é que o pobre menino era pagodeiro =)
Me identifiquei pelo "azeda e nem um pouco mulherzinha". Achei que estivesse falando de mim =)

Bom domingo!
Beijo!

Luci disse...

Olá Rosi!!
Minha prima trabalha na secretaria de uma escola e nos últimos dias estava em casa fazendo o Educasenso. Ela fica desesperada com os nomes. Na sexta-feira me perguntou o que eu achava de Dafne Evelyn. hahaha
bejus e uma ótima semana! :)

Andreia disse...

Olá Rosi! Cheguei até aqui pelo Elaine do blog Um pouco de mim e gostei muito viu!!!
Concoedo plenamente com vc, certos nomes são de arrepiare até maldade com as crianças.
Beijos lindinha, foi uma prazer conhecer teu lindo cantinho!!!
Tenha um lindo Domingo...

disse...

Rosi!
Quer dizer que agora deu certo comentar lá no blog? Ufa, finalmente! Apareça sempre!
Acredito que nossos texto sejam muito mais do que resultantes da sincronicidade. Só pode ser culpa das mesmas expectativas, desejos e necessidades!
A proposito, adorei seu texto! Gosto de nomes simples e curtos, portanto assino embaixo.
Beijão e ótimo domingo ensolarado!

Fabiana Correia disse...

Oi Rosi, esses nomes complicados realmente são difíceis para as crianças, e nomes compostos até que as vezes combina, rs, mas as vezes quando os pais querem fazer homenagem a algum parente, avô, bisavô, é complicado! haha.

HSLO disse...

Opa...minha amiga Elaine indicou esse blog, aproveitei pra conhecer. Muito bom viu.

Já sou um seguidor.


Vou te linkar aos meus favoritos.


abraços


Hugo

Mônica disse...

Estou passando para afirmar que gostei sa sugestão.
Mas tem nomes divertidos. Minha mãe conta que um padre foi batizar uma criança Maria creme e ele era estrangeiro e bem bravo. Disse para os pais. Maria eu batizo e creme voces comem.
Quando meu irmão Homero nasceu foi muito criticado pelos parentes o nome. Mas mamae disse que conhecia um Homero que era atencioso com a mãe velhinha e ela queria aquele nome mesmo.
E deu certo Homero é um amor de irmao e de filho.
Comc arinho Monica

Rosario-SP disse...

Prazer em te conhecer menina adorei o blog, indicação da nossa querida Elaine. bjs:)

Nade disse...

Cheguei aqui através do blog da Eliane, o Um pouco de mim. Seguindo a dica dela, vim conferir e digo: adorei o que vi!
Virei mais vezes!
Bjs e ótima semana a você!

Helinha disse...

Olá, Rosi!

Li a postagem da Elaine indicando seu blog e vim conhecê-lo!!

Sou professora e já trabalhei também como auxiliar de biblioteca e secretária de escola... portanto, já vi nomes de todas as formas e para todos os gostos (ou desgostos!)...

Lembro-me de um menino bonito chamado Rôliston... homenagem aos Rolling Stones!! =(

Como professora, sei o quanto é difícil para a criança dar conta de escrever certos nomes (por exemplo, os que tem duas letras m... Sammuel... depois do "a" a criança começa a escrever um monte de "morrinhos" e nunca chega no "e"!!) e entender outros ("Professora, porque a gente chama ele de 'Deivide'? O nome dele não é 'Davidi'? Pois se escreve David! E cadê o 'i' no final?")...

Mas gosto, amiga, é coisa complicada mesmo...

Nomes assim vão continuar existindo, com seus yy, ww, e várias letras duplicadas!!

^^

Beijão!!

Nana disse...

Rosi, não fala assim não, meus filhos terão problemas... tu sabe o meu sobrenome, do meu marido é pior amiga!!!!!!
Decidimos dar nomes de natureza do nosso sangue... não serão nomes estranhos e sim natureza alemã e italiana, mas eu já tenho pena com os sobrenomes hehehe
Bjss

Denise disse...

Pais realmente acham que são donos dos filhos, né? hehehehe
Já atendi Maronídia, Salpicão, etc, etc, etc...
Nome é algo tão significativo, tão importante. Virar motivo de chacota é sacanagem demais.
Acho que os cartórios deveriam ser bem mais rígidos ao permitir o registro.
Beijos

Elaine disse...

Rosi, muito bom! Dei muita risada! Outro dia uma colega me comentou que o nome da filha dela, que é um nome comum escrita normalmente com 6 letras, era escrito com K em vez de C, dois Ls em vez de um só e no final que seria com a letra E ela colocou "ye". Pelas fadas de Walt Dysney!!! Seria isso realmente necessário??
Eu, por ter descendência japonesa, tenho nome composto: Elaine Shizue e agora aceito bem, mas não gostava não. E apesar da minha família toda me chamar pelo segundo nome, eu reclamo pra caramba com minha mãe, porque minha sina é soletrar meu nome o tempo todo pelo resto da vida! Por isso, os meus filhos tem nomes comuns sem essas frescuras todas.
Adorei o texto!
Bjs, Elaine

Jane Murback disse...

HEHEHEHE, super concordo.
Até meu nome gera dúvidas. É lotado de nego que me pergunta se é com G ou com J ....
Midepila.

bjo

Lidiane Vasconcelos disse...

...kkkk... essa série “mistérios que abalam o mundo” é ilária!
Gente! Lá em casa minha irmã, meu irmão e eu temos nomes assim, bem “criativos”, entende? ... cof cof cof... a gente se divertia rindo dos próprios nomes e da criativdade dos nossos pais. Ai, ai... ainda bem que não causou trauma em nenhum dos três ... ehehehehe...
Beijos!!!! :D

Fla disse...

Hahahahaha adorei!
E olha que conheço cada um por aqui também..rs..rs...

Bjs
Fla

Priscila disse...

Concordo plenamente! Não gosto de nomes compostos, mesmo quando "combinam". Fico p da vida quando alguém chama a minha filha de Maria Eduarda e eu tenho que corrigir: "É só Eduarda" (tá virando quase o nome dela essa frase)... Rsrsrs.
Bjs.
Já tô seguindo seu blog e te adicionei entre os meus favoritos.

Rafaela disse...

Oi!

hahahaha, muito bom esse post!
Vou te dizer que já tem até nomes duplos que ficam legais, tipo Maria Eduarda, Ana Carolina (esse já pra lá de conhecido), mas, em compensação tem aquelas pessoas que inventam. Isso sim é um pecado com as crianças, rs. Pq passam até vergonha...

Bjss

Rui Pimenta disse...

Fala sério! Problema de quem não aprecia e nem respeita o diferente. só mesmo mentes pequenas para criticar nomes diferentes. As implicâncias são frutos de falta de educação. Só gostam de estereótipos e fotocópias, mais do mesmo...Fora a insensibilidade de ficarem zombando do nome alheio...Qual a opinião mais importante? A dos pais ou as suas? Pra quem segue tendência de moda, veste o q aatriz da novela usa, canta a música q a galera gosta no momento, tá sempre por dentro das tendêencias realmente ficam chacoteando quem tem nome diferente. Fiquem na paz!!!!

Rui Pimenta disse...

Fala sério! Problema de quem não aprecia e nem respeita o diferente. só mesmo mentes pequenas para criticar nomes diferentes. As implicâncias são frutos de falta de educação. Só gostam de estereótipos e fotocópias, mais do mesmo...Fora a insensibilidade de ficarem zombando do nome alheio...Qual a opinião mais importante? A dos pais ou as suas? Pra quem segue tendência de moda, veste o q aatriz da novela usa, canta a música q a galera gosta no momento, tá sempre por dentro das tendêencias realmente ficam chacoteando quem tem nome diferente. Fiquem na paz!!!!