14 setembro 2009

Festival Revelando São Paulo

Sábado de sol, resolvemos ir ao Revelando São Paulo, um festival das tradições do interior do Estado. A celebração acontece de 12 a 21 de setembro no Parque da Água Branca, um parque próximo de casa, bem aconchegante e de fácil acesso.

Entrada do Parque Fernando Costa - Água Branca

Olha a quantidade de pessoas que foram ao festival.

Sabíamos da infinidade de comidas típicas que encontraríamos lá, mas encontramos muita música, dança, culinária e artesanato. Realizado pela Secretaria da Cultura, o festival difunde a cultura do interior paulista, as heranças de povos trazidos pela imigração, hábitos e tradições das comunidades ribeirinhas e também do litoral.
Eu e o Queridinho curtimos muito.

O palco da grande arena reúne danças folclóricas e características das culturas dos países imigrantes (alemã, japonesa, italiana, portuguesa, árabe e brasileira, entre outras). Tivemos a grata surpresa de assistir algumas apresentações do Festival da Amizade que tem a partipação de 30 grupos das comunidades étnicas de São Paulo. Uma delas foi a apresentação de Taiko da cidade de Registro, localizada no Vale do Ribeira. Os participantes, jovens e crianças, deram um show de sincronismo na batida dos tambores.

Grupo de Taiko da cidade de Registro.

Para decidir o almoço foi realmente complicado, a diversidade de comidas típicas enchia os olhos, mas nossa paixão foi mesmo a barraca da cidade de Sarapuí. Uma família muito simpática, talvez de origem italiana, oferecia um lanche muito especial: pão caseiro em formato redondo, do tamanho de uma pizza brotinho, feito na hora com recheio preparado na frente do cliente na chapa. Tudo feito com muito carinho e com um gostinho muito especial, talvez culpa de uma maionese caseira com um leve toque de alho, uma delícia.

Já para beber, elegemos como o melhor o suco de uva delicioso da cidade de Jundiaí . Os atendentes, além do sorriso, te recebem tão bem e oferecem uma pequena amostra do vinho produzido na cidade. Se é bom? É tão bom que resolvemos trazer uma garrafa para casa que nos fez a alegria da noite.

Bruno e Amarílis saboreando o maravilhoso suco de uva

Barraca de Vinho de Jundiaí

A programação promete muito mais: entre as apresentações, estão as Cavalgadas, Cavalhadas, Tropas de Mulas e Carros de Bois. Mais de 200 animais, entre cavalos, touros, búfalos e tropas de mulas. A comemoração da colheita fica por conta de 5 grupos de Trança Fitas. Em homenagem às raízes do Negro Brasileiro, foi programada a Noite dos Tambores, com apresentações de 10 grupos entre Batuque de Umbigada, Sambalenço, Maracatu e Afoxé. O Festival contempla também as violas representadas por 18 orquestras de violas, 50 duplas de violeiros e sanfoneiros, 14 grupos de catira, 10 grupos de Fandangos, 40 Folias de Reis, entre outros, tudo isso com entrada gratuita. Recomendadíssimo.

Carro de boi num dos desfiles do festival.

13 comentários:

Cris - Canto de Contar Contos disse...

que delícia de post, eu adoro esse tipo de evento cultural e olhe que sou de Jundiaí, e nosso vinho bom...rs vc provou né? bjs

Estúdio de Design disse...

Fui algumas vezes em exposições lá e é super agradável!!! Um espaço super legal.
Já fizemos até piquenique lá... com as crianças de um abrigo que faço trabalho voluntário!!
Pena que não estou dando conta dos "eventos" que prometo ir! E quando vou... dá algo de errado... rs.
Beijos!
Lele

Fabiana disse...

Eita que passeio gostoso né? Adoro esse tipo de feira, pena que por aqui não temos tantas opções assim.
-
Que bom que gostou do post sobre o natal, quero ver suas criações heim? Bjss

Elaine disse...

Que dica de passeio legal!Ssabe que às vezes ficamos aqui a pensar onde levar as crianças sem gastar horrores e acabamos sempre com as mesmas opções. Adorei a dica!
------------------------------

Então, sobre seu comentário, eu frequentava Bertioga quando era adolescente e ficava na casa que minha tia tinha lá. Meu pai era apaixonado pela cidade e seu sonho era morar lá quando aposentasse, pena que não deu tempo. Este feriado fui, mas fiquei hospedada no Sesc, do qual somos associados. E sempre que vou pra lá, memso que somente num sábado, é no Sesc que fico, as crianças adoram. Podemos combinar com certeza! Um dia que calhar de irmos no mesmo "finde", como vc está sempre por lá, posso te avisar quando eu for e nos encontramos. Que tal?
Bjs Elaine

Fabiana disse...

Oi Rosi, meu e-mail, anota ai: fabianacalbuquerque@hotmail.com

Bjs!

Verônica Cobas disse...

Oi, Rosi

Legal esse programa. Adoro expressões regionalistas, comidas típicas, cultura que conta a história de uma região. Mas adorei mesmo saber do sonho e principalmente do carro conversível. Olha que luxo! Quem sabe sim esse seja o sinal de que, em breve, nos conheceremos. Vou adorar. bjss. Vê

Priscila disse...

Que legal, Rosi!
Podia ter um evento assim aqui, também!
Bjs.

Claudia de Paula disse...

Que delicia de passeio ! Agora ja sei quando e' a melhor epoca para visitar Sao Paulo !

Bjs !

Ana Carolina Peixoto disse...

Tô aqui aguando com as comidinhas e os vinhos!
Bjs,
Carol
Tenho que admitir sim que as fotos em grande formato ficam bem melhores! rs!

Uma Mulher de Fases disse...

Oi Rosi, tudo bem?
Eu fui no Parque da água branca quando o Gabriel ainda era um bebê, isso me lembrou que eu fui com uma mini-saia que hoje não passa das coxas, que me lembrou que eu preciso emagrecer...

Ó céus, ó vida....

P.S... Marido curiosíssimo pra ler a entrevista!

Bjs,

Fla disse...

É tão bacana esse tipo de evento cultural não é mesmo? Eu adoro.
Bjs

Amarílis disse...

Ieiiiii! Estávamos lá!
Muito bom. Aprovado!
Bjs

Katia Bonfadini disse...

Que delícia, hein, Rodi! Adoro esse tipo de evento: comidas típicas, música, dança etc. Gosto muito de programas diurnos e quase não saio mais à noite. A entrada do parque é linda! Bjs!