12 março 2010

Gente que faz


EU GOSTO DE SER MULHER

Dizem que ser mulher é viver mil vezes em apenas uma vida. Eu concordo. Somos mãe, filhas, amigas, esposas, amantes, profissionais de uma vez só, num dia apenas. E conseguimos fazer tudo isso de maneira única. Na Semana da Mulher convidei Rejane Batista, essa blogueira capixaba misturada com mineira, carioca e com um pouquinho da Bahia para falar sobre o seu papel mais importante: ser mulher.

* Para você, o que a mulher tem de melhor?
Mulher é sempre o centro das atenções, e acho o máximo a frase: "As damas primeiro!". Mas o melhor da mulher, é poder gerar uma outra vida.

* Nos últimos anos, a ascendência e poder da mulher na sociedade aumentou significamente. Quais os benefícios que isso trouxe?
Na minha opinião, essa ascensão e destaque é uma faca de dois gumes. As mulheres lutaram tanto por liberdade e direitos iguais, que acabou se tornando uma obrigação imposta pela sociedade. Uma mulher que não trabalha e não é independente, acaba sendo vista como uma pobre coitada, que não teve ou não buscou oportunidades de crescer na vida. Acho que toda mulher, tem que estudar, tem que ter formação profissional, mas também pode ter o direito de escolha sem ser criticada ou mal interpretada. Hoje em dia uma mulher que escolhe cuidar do lar e dos filhos é como se estivesse nadando contra a maré, desobedecendo o curso natural das coisas; quando na verdade é o oposto disso. Obrigada às mulheres revolucionárias e feministas, mas gosto de cuidar da minha casa, do meu marido e dos futuros filhos... Gosto também de trabalhar e estudar, mas não gosto de assumir o papel de super mulher e dar conta de tudo. Então, na minha opinião (opinião puramente pessoal mesmo), não vejo benefícios, e sim um fardo.

* Você já sentiu preconceito por ser uma mulher em momento de sua vida?
Acho que o preconceito acontecia quando criança, quando os garotos sempre me deixavam fora das brincadeiras por ser menina, etc.; mas depois que cresci e me tornei mulher, só tirei proveito disso, pois como disse no início, a gente acaba sendo o centro das atenções, rs.

* Qual o lado chato de ser mulher?
Bom acho que são aquelas coisinhas que só acontece com a gente mesmo, como pêlos que nascem em lugares que não queremos, e consequentemente acabamos nos tornando escravas deles; menstruação, TPM, cólicas menstruais, etc.

* Em comemoração à Semana da Mulher, deixe um recado para elas.
"A mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola com as suas próprias mãos a derruba." Prov. 14:1
Parabéns e beijos para todas!

Rejane tem um blog mulherzinha bem eclético, dá pitaco sobre tudo. Quer conferir? Clique aqui.

11 comentários:

Nanda disse...

Oi Rosi, ja estou te seguindo! Tentei conhecer o blog da Rejane, mas quando a gente clica não abre! Depois cê vê aí! Bjão e bom fim de semana!!! nanda.

Casa Corpo e Cia. disse...

Oi Rosi!
Amei ver a entrevista aqui! Sabe que ela ficou bonita? hehehe.
Adorei! Obrigada pela oportunidade maravilhosa, que pra mim foi uma honra.

Dê uma olhadinha no lonk para o meu blog porque está dando erro.

Um ótimo fim de semaan!

BjOs da Re.

HSLO disse...

Gostei da entrevista...valorizo as mulheres.

abraços


Hugo

Irene Moreira disse...

Rosi

Olá como vai? Estou sempre lendo seus emails com as postagens e hoje estou visitando - tinha que tomar vergonha na cara - é muito comodismo.

Fantástica a entrevista com a Re e me identifiquei com muita coisa. Já fui visitá-la - me apaixonei por tanta coisa linda e pelas dicas.

Beijos e bom final de semana e pode deixar que vou aparecer mais vezes.

Leticia disse...

Re e Rosi
O melhor de ser mulher é sempre poder escolher o que quer ser... e aonde quer chegar. Pena que levamos um bom tempo para ter esta consciência...
No fim das contas, queremos tudo... rs.
Beijos
lelê

Fernanda de Oliveira disse...

Oi Rosi, adorei a entrevista, primeiro pq a Rejane é uma grande e querida amiga, depois pq as palavras dela foram sábias e encaixaram tudinho em tudo o que penso e sinto sobre os mesmos assuntos.

Parabéns pelo blog e pela entrevista!

Beijoca e lindo fds ♥

calma que estou com pressa disse...

oi Rosi! que inda iniciativa à tua! e com a re fofa falando tão lindamente sobre nós mulheres , com nossos problemas, e conflitos- se fica em casa é por que é dona de casa e não estudou se vi trabalhar e deixa os filhos com outros é péssima mãe- já passei por estes dois casos - e gora estou em casa, desempregada(entre aspas) faço atesanato sou free-lance, dou aulas como arte-educadora, so mãe esposa, blogueira(adoro) e tem dias que estou feliz e outros tristes por tudo isto - a minh irmã trabalha fora e deixa seu menino na creche e queria estar na minha posição , e eu queri estar na dela - e agora ? mulheres ???
adorei a entrevista
bjs

calma que estou com pressa disse...

oi Rosi! que inda iniciativa à tua! e com a re fofa falando tão lindamente sobre nós mulheres , com nossos problemas, e conflitos- se fica em casa é por que é dona de casa e não estudou se vi trabalhar e deixa os filhos com outros é péssima mãe- já passei por estes dois casos - e gora estou em casa, desempregada(entre aspas) faço atesanato sou free-lance, dou aulas como arte-educadora, so mãe esposa, blogueira(adoro) e tem dias que estou feliz e outros tristes por tudo isto - a minh irmã trabalha fora e deixa seu menino na creche e queria estar na minha posição , e eu queri estar na dela - e agora ? mulheres ???
adorei a entrevista
bjs

calma que estou com pressa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Claudia Bins (Cacau) disse...

Oi Rosi,

O blog Mosaicos do Sul está oferecendo um mimo a seus amigos. O Selo "Blog Oooh-la-la!" está lá para você, sem regras. É só passar e pegar.

Beijo grande e bom domingo.

Cacau

Cláudia Ramalho disse...

Adorei ver a Rejane por aqui. Muito boa a entrevista e o tema que vc escolheu, Rosi.
Um cheiro