30 abril 2010

Vai uma figurinha aí?

Que o ano de 2010 seria agitado todo mundo já sabia, não é mesmo? E para o maridão não seria diferente, afinal ano de Copa do Mundo é ano de montar mais um álbum de figurinhas das seleções.

Então, maridão ficou na expectativa da data de lançamento, que ocorreu num domingo, e foi logo cedinho na banca de jornal garantir o seu exemplar. Ainda levou para cada alguns pacotinhos para iniciar sua coleção. Como se não bastasse nos dias posteriores o assunto principal era comprar novas figurinhas e torcer para que, em cada pacote, não viesse nenhuma repetida, e se isso acontecesse era uma vibração só.

Coisas de criança para alguns, mas para a família do maridão não é. Sogro e cunhado também estão nessa e ficam competindo quem completará seu álbum primeiro. Para garantir o título, o cunhado comprou uma grande quantidade de pacotinhos e, é claro, tem várias repetidas. A solução é trocá-las entre os demais colecionadores da família e aí vira aquela grande confusão quando algum alega que alguma figurinha é mais valiosa que outra porque é de um jogador importante. Hilário.

P.S.: Antigamente completar um álbum era mais difícil, já que sempre ficava uma figurinha faltando. A figurinha rara sempre deixava uma ponta de decepção. Foi assim como meus álbuns do "Amar é..." e "Filhotes Fofinhos". Hoje a tecnologia está a seu favor: não conseguiu completar a coleção, entre em contato com a fabricante e solicite ou troque nos grupos da internet. Fácil, fácil.

9 comentários:

Priscila disse...

Maridão também comprou o álbum com a desculpa esfarrapada de que é pro Gui!
Bjs.

Luci Cardinelli disse...

Tenho um primo que está na casa dos 70 anos e a vida inteira fez álbuns de figurinhas. Eu já fiz muitos e minha sobrinha também adorava. Isso de trocar figurinha pela internet facilitou muito. Sobrinha adorava ficar lá no site trocando e esperava ansiosa pelo carteiro.

Leticia disse...

Rosi,
vc não acredita! Eu acabei de mandar um email pra Vê (Criative-se) sobre isso... ela está procurando a figurinha do Ronaldinho e uma amiga minha tem para trocar... rs.
Eu não estou fazendo, mas estou agenciando... rs.
Beijos
lelê

:: Nanda :: disse...

Coisa de criança? Nem de longe rs.. aqui no escritório está uma febre..entre homens e mulheres.
Eu também não estou colecionando mas fico no meio de campo negociando pra quem eu conheço.. acho bacana!
Clima de copa é ótimo.. eu adoro.

PS: Adorei o selinho, postarei em breve, obrigada!

beijos

Alma Inquieta disse...

Olá Rosi!

Há um presente no meu blog que quero partilhar contigo... dessa forma quero que participes da minha alegria... se o desejares leva-o... ficaria muito feliz...!!!

Um beijo.

Alma Inquieta

Beta disse...

Querida, principalmente quando os assuntos são futebol e video game, os homens não crescem...rs

bj

CARLINHA disse...

Meu marido não é muito ligado em futebol, quem tá pensando em comprar sou eu, rs...

Bjos

Verônica Cobas disse...

Rosi,

Claro que eu ia conferir o seu post. Porque gosto de te ler, porque quero conferir as histórias, mas hoje...principalmente...porque me dei conta que a tribo exótica cresce tanto que já ultrapassou a turma da fauna normal.
Sim....eu também coleciono. E adoro!!! Como disse lá no Criative-se, adoro a emoção de colecionar as figurinhas dos álbuns da Copa. Mas trocar é o grande e delicioso negócio. Do nosso álbum, mais de 200 figurinhas resultaram de trocas. E ainda tenho uma novidade para você: o dia de hoje deu certo e conseguimos o Ronaldinho Gaúcho. Página do Brasil devidamente completa.

Se o seu marido estiver precisando muito de alguma figurinha, me diz. Quem sabe eu tenho. beijo grande

Beto Ribeiro disse...

Olá!!!!!
Estou de novo aqui.

Sabe de uma coisa? Nunca colecionei figurinhas, mas acho o maior barato quem o faz.
Meu lance mesmo foi sempre desenhar rsrsrsrs.

Legal o post.

Bjs.

Beto.