20 maio 2010

Eu erro, tu erras, nós erramos

Uma das comunidades do orkut que mais diz sobre mim é "Procuro Erros de Português".

Posso até considerar como TOC, claro que para escrever aqui no blog tento ficar sem neuras, se saiu errado, conserto depois.

Sempre fui fissurada nisso e até transformei em profissão (já contei por aqui que trabalho com revisão de textos). Também achei estranho uma empresa que trabalha com prestação de serviços contratar um profissional para revisar textos, mas na prática percebi a deficiente dos profissionais. Vejo, portanto, inúmeras formas de ferir a ortografia no meu dia a dia. Erros crassos, difíceis de entender e de corrigir.

Há pessoas que teimam em escrever vasamentos, encantamentos (encanamentos), quantos (quartos), ultilizar, treis, alsarpão, procequindo, extrutura. E acreditam que providenciar, sequente e residencial tem acento.

Acabo de ministrar dois módulos de treinamentos para determinada equipe da empresa sobre comunicação verbal e escrita. Além disso, os participantes fizeram exercícios e são acompanhados posteriormente para avaliar a eficácia do treinamento e se cada um deles absorveu o que foi passado. Infelizmente, com o passar do tempo, as pessoas "esquecem". Numa situação, uma das participantes foi questionada por uma supervisora por que teimava em escrever saudações (boa tarde, bom dia) de maneira incorreta, mesmo tento sido sinalizado no treinamento esse assunto, juro que me segurei para não pular na jugular da criatura, pois ela respondeu que gostava de escrever de tal forma porque ficava mais bonito!!! Pode uma coisa dessas?

Custa escrever corretamente? Se tiver dúvida, procure no dicionário, pergunte pro Google ou troque a palavra por outra que você tenha certeza da grafia. Sei que às vezes deixamos passar alguns errinhos, plenamente justificados pela correria e são erros de digitação, porém quando eles se repetem "a coisa" muda de figura. Além do mais, escrever errado demostra que a pessoa não se dedicou realmente ao que escreveu e, por consequência, para quem irá ler.

Para os desavisados, a comunicação é mágica. Cabe a cada um de nós fazê-la da forma correta. Quem fala ou escreve errado põe em xeque sua imagem profissional e pessoal.

E como diz um provérbio chinês: "Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida".

15 comentários:

Desconstruindo a Mãe disse...

Oi,

Concordo em gênero, número e grau.

Com tantas coisas que leio escritas de qualquer jeito, tem horas que penso estar num processo de emburrecimento precoce. Por isso sigo uns blogs de língua portuguesa que tratam de polêmicas que surgiram com as novas regras.

O pior é que enquanto engolimos os tropeços em nossa língua materna, não vemos que estamos condenando-a a uma pobreza sem igual.

Beijo, obrigada por falar desse assunto!
Ingrid

Paula Betzold disse...

Nunca fui fã do portugues. Depois de passar a estudar pra concurso, fiquei chata. Tento me controlar, mas as vezes é inevitavel ficar corrigindo as pessoas...
As pessoas gostam de parecer burras, sabe-se lá o pq!
beijos

Renatinha disse...

Ai Rosi, eu querro morrer qdo leio os blogs por ai com erros e nao sao de digitacao nao.. sao burrice mesmo, me desculpe!
Eu moro na Inglaterra ha 6 anos e meu teclado nao tem acentos, se quero escrever tudo certinho, tenho q 1o escrever no email depois colar e copiar, pergunta se eu tenho tempo?? Ai nao me sinto no direito de julgar ninguem!
As vezes acho que tenho mais erros de pontuacao do que qualquer outra coisa, mas sei q como nao leio nada em Portugues vindo de revistas ou livros, acabo me esquecendo da lingua tbm!
um bj e bom finde

Leticia disse...

Rosi,
Sabe que acho fantástico este seu rigor? Eu perdi muito (como você mesma disse no texto), desde que defendi o mestrado. Eu era muito mais cuidadosa com a palavra naquela época, mas desde então, relaxei. Claro que paguei um revisor, afinal de contas, não sou profissional nisso, não tenho o português tão afiado. Acho importantíssima a atividade de vocês! (tenho uma outra companheira blogueira que também é revisora)
Engraçado você escrever sobre isso, porque andei pensando que preciso melhorar o meu rigor, pelo menos um pouco, na hora de escrever.
Beijos
lelê

Priscila disse...

Oi, Rosi.
Eu sempre gostei de ler e escrever, desde a adolescência. Na época da escola, cheguei a fazer curso de redação e melhorei muito. Mas isso é prática. Depois de 5 anos de engenharia e alguns de uma profissão que usa mais número que palavras, me sinto meio enferrujada. Quantas vezes me pego na dúvida de como escrever uma palavra... Depois dessa reforma ortográfica então! Me sinto uma dinossaura que não sabe mais escrever!
Bjs.

Fla disse...

Olha eu não sou muito boa de português e gosto que me corrijam quando estou errada.
Tento fazer o melhor que eu posso, mas as vezes escapa alguma coisinha...hehehe.
Bom fds.
Bjs

Creuza Moura disse...

Oi Rosi,
tudo bem por ai?

Então sobre os erros de portugês, eu tenho sofrido um bocado com isso, me parece infinitamente mais fácil colocar as ideias de forma verbal que escrita, passo o corretor diversas veses e ainda assim acaba escapando um ou outro errinho o que é feio , passa atestado, queima a imagem... sem falar que como as virgulas com manteiga ligth no café da manhã. hehehe

Seu blog está cada dia mais especial, desculpe a minha falta de tempo para vir postar mas continuo lendo pelo reader.

Um grande abraço , bom final de semana.

Shilola disse...

Oi gataaaaaa....
Huahuaauahua, olha quando vi o nome do post, já fiquei arrepiada.
Depois que li então, morri de vergonha de mim...
Eu sempre gostei da língua e tudo, mas sei que tem erros que eu cometo conscientemente... Os acentos por exemplo (nem sempre eu os uso, mesmo sabendo que a palavra é acentuada).
E com certeza deve ter mais um monte de erros, simplesmente porque não leio o que eu escrevo... (Preguiça ou correria, não importa... Não é desculpa!)
E tb tem o uso das reticências, que eu amo sei lá por que. E eu nunca aprendi direito a usar as pontuações corretamente, mas nunca corri atrás de reaprender isso, sabe?!? Por pura comodidade! Um absurdo!
Fiquei até com pena de vc, Rosi. Lendo meu blog... E outros tantos...
Se em alguns casos até eu me irrito lendo alguns blogs, imagino vc! ;)

Hehehehhee... Prometo tentar me policiar em pelo menos ler o que escrevi, ok?!

Bjocas, e dê sempre um cutucão desses de vez em quando. ;)
Carol

Lidiane Vasconcelos disse...

Ai...quem dera a maioria das pessoas estivessem atentas a escrita assim... tsc tsc tsc

Vemos cada coisa por aí, que "dá nos nervos".

Valeu pelo incentivo, Rosi. :)

Marta disse...

Realmente as pessoas hoje em dia não sabem escrever. Fico pasma com algumas pessoas estudadas que escrevem mal e errado!
O pior é que ao escrever no computador, podemos trocar as letras e o correto mesmo é ler novamente o que escreveu.
Mas parabéns pela bela escrita e pelo trabalho!Beijocas

claudete disse...

" Quem fala ou escreve errado põe em xeque sua imagem profissional e pessoal".
Congratulo-me com a mestra, creio plenamente nesta frase oportuna. Abraços.

claudete disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tali Battistella disse...

Oi Rosi! Muito legal esse teu blog viu! Sempre uma coisa interessante para ler. Sabe que eu tenho uma neura em ver erros de português também, é uma neura isso né rsrs mas acaba sendo divertido! Abraços e sucesso sempre! Quando quiser passa lá no meu cantinho fazer uma visita www.talibattistella.blogspot.com
Bjos, TALI

Tali Battistella disse...

Ah esqueci de comentar.. foi você que ganhou o sorteio da minha peça lá na Nana neh? Parabéns!!!

Raquel Cecília disse...

Rosi, perguntinha: você é da área de comunicação?

Pergunto isso porque a cada dia que passa tenho me interessado mais por esta área, e estou numa dúvida tremenda se devo ou não continuar cursando Marketing!

Eu tenho pensado seriamente em me especializar no Endo-Marketing, porque a parte de comunicação interna das empresas tem me atraído muito a atenção.

Me conta um pouquinho da sua área e quais cursos você fez para atuar nela?

bju