19 setembro 2010

O que é um menino?

Entre a inocência da infância e a compostura da maturidade, há uma deliciosa criatura chamada menino. Embora se apresentem em tamanhos, pesos e cores sortidas, todos os meninos têm o mesmo credo: aproveitar cada segundo de cada minuto de todas as horas de todos. Os dias e protestar ruidosamente (o barulho é sua única arma) quando seu último minuto é decretado e os adultos os empacotam e os metem na cama.

Meninos são encontrados em todas as partes: em cima de, embaixo de, dentro de, subindo em, balançando-se no, correndo em volta de, pulando para. As mães os adoram, as meninas os odeiam, irmãos e irmãs mais velhos os suportam, adultos os ignoram, o céu os protege. Um menino é a verdade com rosto sujo, a beleza com um corte no dedo, a sabedoria com um chiclete no cabelo... Quando você está ocupado, um menino é uma conversa-fiada, intrometido e amolante.

Quando você deseja que ele cause boa impressão, seu cérebro vira. geléia ou ele se transforma em uma criatura empenhada em desmontar o mundo.

Um menino é híbrido: o apetite de um cavalo, a disposição de um engole-espadas, a energia de uma bomba atômica de bolso, a curiosidade de um gato, os pulmões de um ditador, a imaginação de júlio verne, o entusiasmo de um bombeiro e, quando se mete a fazer alguma coisa,é como se tivesse cinco polegares em cada mão. Gosta de sorvetes, canivetes, serrotes, pedaços de pau (em seu habitat natural), bichos grandes, papai, sábados, domingos e feriados, mangueiras de água.

Não é partidário de catecismo, escolas, livros sem figuras, lições de música, colarinhos, barbeiros, meninas, agasalhos, adultos e "hora de dormir".

Ninguém mais é capaz de meter. Num único bolso um canivete enferrujado, uma maçã comida pela metade, um metro e meio de barbante, um saco de matéria plástica, tres notas de dinheiro, um estilingue e um fragmento de "substância ignorada".

Um menino é uma criatura mágica: você pode mantê-lo fora do seu escritório, mas não pode expulsá-lo de seu coração. Queira ou não, ele é seu captor, seu carcereiro, seu dono, seu patrão - um sarapintado, um nanico, um pacote de encrencas. Mas, quando à noite você chega em casa, com suas esperanças e seus sonhos reduzidos a pedaços, ele possui a magia de soldá-los num segundo pronunciando apenas: "Alô, mamãe!"...Oi pai!

Desconheço o autor

9 comentários:

Lu disse...

Q lindo!
So de ler, me arrepiei! Vi tanto o marido nessas frases, e pensei "Putz, logo logo tenho outro assim.. Q delicia!!!"

Faltou o texto dizer q "meninos são da mamãe!"

Beijos e vamos curtir nossos moleques.

Tati Pastorello disse...

Oi Rosi,
hehehe
Eu tenho este texto guardado em meus rascunhos, por que menino é tudo isso e um pouco mais (ainda não tinha tido a oportunidade da postagem), adorei ler por aqui, num momento mais do que oportuno. Eduardo já é tão amado, já faz parte da família! Lindo demais. Aproveite cada pequeno segundo da história de vocês. É gratificante!
Beijos.

Maya disse...

Rosi, amei o texto!!!
Parabéns pelo Eduardo!!!!
E rumo as comprinhas de menino!! Eba, delícia!!
Bjos!

Angela e Mateus disse...

Que coisa linda esse texto, fiquei emocionada ! Também estou grávida de menino e AMO meninos como esse do texto ! Já cheguei a ouvir no início da gravidez de uma pessoa sem noção e claro sem filhos, que menino é muito sem graça que o legal mesmo é uma menina, mas eu particularmente prefiro mil vezes meu menino traquina e espoleta !
Felicidades !

HSLO disse...

Texto maravilhoso...gostei muito.

abraços
de luz e paz

Marta disse...

Que lindo texto Rosi! Adorei e vi meus dois meninos descritos aí. Acho que meu neto que está sendo preparado também é um menino.

Grazi disse...

Parabéns e bem vinda ao seleto clube de "mãe de meninos", onde ouvir aquela vozinha grossa (querendo que seja grossa mesmo que ele tenha 9 meses) falar mamãe é o maior e melhor prazer da vida.

Alethéa disse...

Ser mãe de menino, te garanto é BOM DEMAISSSSSSSSS!!!!!!

Tô amando ser mãe do meu Miguel, meu pequeno homenzinho.

Parabéns pela notícia!

Priscila disse...

ÊÊÊÊÊÊÊÊ!!!!
Sabia que era um menino!! Como mãe de uma Eduarda, nem preciso dizer que adorei o nome!
Como mãe de um menino, posso dizer que os meninos podem ser mais doces, sensíveis e carinhosos do que a gente pode pensar!
Bjs.