29 outubro 2010

O poder da barriga

Se você tem barriga de chopp ou pneuzinhos, todo mundo olha com desdém, e não adianta colocar blusas larguinhas que as benditas medidas extras teimam em se fazer presente. Agora, se você ostenta uma barriga redondinha ou pontuada com um belo bebezinho dentro, parece que o mundo sorri pra você. Existem até aqueles que se sentem "convidados" a tocar sua barriga.

Sei que existem gravidinhas que não gostam de tal atitude, se sentem invadidas, eu realmente respeito. No começo, eu até me sentia estranha quando alguém tomava essa iniciativa, agora com a barriga grande realmente gosto, encaro como um carinho.

Uma pena que há pessoas que parecem que declararam ódio às gestantes. Dia desses, na volta do trabalho, um homem estava sentado no primeiro banco do ônibus - o preferencial. O ônibus estava lotado, pedi licença a ele para sentar, mas o "folgado" me ignorou, a moça que estava ao lado se prontificou e levantou, detalhe: havia vários idosos em pé. Tive que sentar ao lado do cidadão. Como sempre vou sentada, aproveito para carregar a bolsa ou sacolas de outras pessoas, na ocasião estava acompanhada de amigos que trabalham comigo. O cidadão, a cada curva que o ônibus fazia, empurrava minha perna, sendo que ele ocupava um bom espaço da minha poltrona. Na primeira vez, apenas olhei feio, na segunda perguntei (em bom tom) se ele estava com algum problema, se estava se sentindo apertado que tomasse um táxi, já que aquele lugar era destinado a gestantes e idosos. O "brucutú" novamente se fez de surdo e não respondeu. Nisso, um rapaz que estava ao lado me perguntou o que estava acontecendo, reclamei a ele que já olhou feio para o indivíduo se impondo, meu amigo fez o mesmo. O cidadão resolveu levantar, me empurrando sem pedir licença (eu estava no banco do corredor) e saiu resmungando.

Imagina eu: cansada, pernas inchadas, barrigão e ainda ter que passar por uma coisa dessa!  Posso?

10 comentários:

Shilola disse...

Affffeeeee.... Lamentável heim gata?!?!
Vai entender?!
Se cuida aí...
Bjocas,
Carol

Danila Dourado disse...

aff absurdo!!!

tem gente q não tem respeito msm..
bj

Luci Cardinelli disse...

É impressionante essa falta de educação e respeito e infelizmente assistimos a isso todos os dias.

Confesso que sempre que vejo uma barriga de grávida tenho vontade de passar a mão, mas não o faço porque fico com receio da pessoa não gostar. Mas que é gostos, é!

beijos e bom final de semana

Danee disse...

Jesus!!! Que absurdo! Que bom que tinham pessoas próximas que ajudaram.
beijocas

Desconstruindo a Mãe disse...

Sabe que aqui em POA, de uns anos pra cá, percebo as pessoas mais sensíveis e colaborativas em relação aos idosos e gestantes nos ônibus?

O mesmo não acontece com deficientes físicos... Será que as pessoas se sentem agredidas pelas pessoas que têm preferência?

Agora olha uma fila no super(mercado): quando há um caixa "preferencial" (não é exclusivo), se chega uma pessoa que tem a preferência, as pessoas não são gentis e cedem a "vaga".

Cortezia e educação se aprende em casa, sim, mas com tantos exemplos das leis de menor esforço e de Gerson, a Larissa me questiona: será que estamos erradas em ser educadas?

Ou olha pra quem ela acha que está agindo errado e fala pra todo mundo ouvir: quando é que vão dar chance pra velhinha? Será que não viram que aquele moço é cadeirante (ou usa muletas, por exemplo)?

E se alguém estaciona em vaga pra carros adaptados, ela quer partir pra cima.

Aí a gente descobre que é dureza conseguir que a criança não desista das boas atitudes e da gentileza, vencida pelo cansaço e pelas patadas que leva.

Mas eu resisto a entrar no ritmo da maioria!

Beijo,
Ingrid

Maya disse...

Oi Rosi!
Vai ver que o brucutu tem inveja e queria uma barriguinha linda dessas pra ele! hehehe
Bjinhos!!

Sandra e o bebê Kautto disse...

Ainda essa semana comentei no meu facebook como as pessoas se tornam mais simpáticas com grávidas! Graças a Deus aqui, ainda, não passei por nenhuma situação chata como essa...
Mas é tristeza mesmo vêr que tem pessoas que não tem um pingo de sensibilidade e respeito com grávidas e idosos. Bom que vc de alguma forma vc deu o recado pra esse feioso!!

Beijos pra vc e o Dudu!

Chica disse...

Pena isso,né? O respeito falta em tudo!!!beijos,tudo de bom,chica

Bruna disse...

Ai que sem educação.... é um amargurado infeliz! o importante é esse barrigão lindo... não se deixe abater por "brucutus" como esse!!!!!!!!
beijos linda

Priscila disse...

Oi, Rosi
Quando eu estava grávida da Duda ia trabalhar de metrô. Cansei de ficar alisando a barriga na frente das pessoas que ocupavam os lugares preferenciais à espera que se tocassem e me cedessem o lugar. Muitas vezes eles fingiam que não percebiam. E perdi a conta de quantas vezes os idosos faziam cara feia e até reclamavam comigo por eu estar ali, onde eu tinha tanto direito de me sentar quanto eles...
Sintomas de uma gente muito sem educação, né? Tristeza...