16 novembro 2010

Mães e filhos em poucas palavras

- Ter um filho homem traz à superfície os seus sentimentos sobre os homens em geral. Tome cuidado para não descarregar os seus preconceitos sobre um ser tão inocente.

- Se você não tem experiência na educação masculina, tenho ajudado a criar irmãos, por exemplo, peça a alguém que você conheça para lhe falar sobre o que é ser homem. E não tenha medo do corpinho do menino!

- O menino aprende amar com a mãe. Seja gentil, afetuosa e aproveite a companha de seu filho.

- Ensine ao seu menino sobre as garotas e como se dar bem com elas.

- Elogie a aparência e a conversa do seu filho, para que ele se sinta bem consigo mesmo.

- Vá mudando seu modo de agir conforme o filho for crescendo. Preste muita atenção à segurança e veja que a vida dele seja saudavelmente equilibrada, recuando um pouco quando ele entrar na adolescência, mas sem perder o contato com o mundo, suas preocupações e suas possibilidades.

- Na adolescência, deixe que aprenda com as as consequências de suas atitudes (ou a falta de atitude), como se distrais e chegar à escola atrasado, por exemplo. Esta é a época de aprender o que é responsabilidade.

- Estimule, desde cedo, o prazer de preparar uma refeição e depois aprecie os resultados.

- Cuidado para não entrar em grandes conflitos com o adolescente, especialmente se você cria o seu filho sozinha. Acalme-se e depois volte ao assunto com lógica.

- Se você é daquele tipo de mãe forte e capaz, cuidado para não afastar o seu marido dos filhos nem impedir que ele faça sua parte na criação deles. Você e as crianças precisam que ele se envolva. Estimule pai e filhos a se aproximarem mais.

Especialmente retirado do livro Criando Meninos.

5 comentários:

Olavo disse...

Bela dica rs
beijo

Lu disse...

Adorei o texto, mas me deu um paniquinho pensar q eu to amando tanto esse menino q daqui a 15 anos vai me achar uma chata e daqui a 20, na melhor das hipóteses, vai ter "outro amor da vida dele".. hehehe1

Edna Fernandes disse...

Adorei as dicas Rosi!!
Eu cresci numa casa só com meninas e agora tenho dois sobrinhos e ta chegando o Pedro!!!

Tati Carmo e Melo disse...

Adorei o post, Rosi. Tenho só duas irmãs, várias primas e contato quase nenhum com bebês meninos. Hj o fato de estar esperando um menino me fascina; certamente serão surpresas a cada dia! Bjo

Priscila disse...

Oi, Rosi
Sabe que eu vivo dizendo que meu filho vai ser um ótimo namorado ou marido.
Ele é afetuoso, carinhoso, vive me abraçando, beijando, dizendo que me ama e ainda elogia meu cabelo, minha roupa! Imagina isso!!!??!?!
Minha nora vai ter que me carregar no colo!! Kkkkkk.
Bjs.