07 abril 2011

Slingar

Na rua, na chuva e na fazenda. Prático e confortável, o sling permite que as nossas crias fiquem bem debaixo das nossas asas, do jeitinho que toda mamãe gosta.

Uma das melhores coisas que comprei durante a gestação foi um sling. Mãe sem empregada que sou e sem dirigir (morro de medo), preciso fazer as coisas em casa e me locomover sem depender de ninguém. Pesquisei na net e vi que valia a pena investir, decisão acertada. Só tive que aprender as formas de uso, mas isso é fácil, tem até vídeo explicativo. Uso-o desde que o Dudu tinha dias de vida, lembro que o levei na consulta com o pediatra com 6 dias de vida e foi super tranquilo.

São tantos benefícios desse tecido que vale a pena mencionar:

É perfeito para ir a lugares onde andar com o carrinho é um saco, como shoppings lotados,  ruas e calçadas esburacadas, ônibus e metrô, escadas rolantes. E se você tiver outra criança, você garante a segurança da criança mais velha, pois tem as mãos livres. Além disso, é confortável para o bebê, pois não força a sua coluna nem as articulações do quadril, que ainda estão em formação. E para a mamãe/papai também, pois distribui o peso de forma equilibrada, aliviando bastante sua coluna e seus braços. 

Também facilita a movimentação. Os pequenos dormem deliciosamente colados no corpo da mãe, os maiores fica sentadinhos, é colocar o bebê no sling que ele apaga, parece que tem sonífero.

Já no que diz respeito à segurança, como o bebê fica junto ao corpo, é mais fácil perceber se ele está bem e confortável. Se o sling estiver bem colocado e devidamente ajustado, pode ser mais seguro do que qualquer carrinho de bebê. E os pais desenvolvem uma forte comunicação com a criança/bebê e compreendem melhor e mais rápido qualquer sinal de estresse da criança. Slingar um bebê reforça a comunicação entre ambos; diminui o tempo de choro do bebê e, em conseqüência, a angústia dos pais!

O bebê ou a criança carregada no sling tem a sua percepção visual estimulada (pois fica nas mais diferentes posições e vê o mundo pelos mais variados ângulos). É também estimulado pelos movimentos do corpo de quem o carrega, sendo ótimo para o seu equilíbrio.

O fato de estar junto ao corpo da mãe, pai ou de quem o carrega, deixa a criança mais tranquila e segura em relação ao mundo à sua volta. O bebê aprende desde cedo a dar e receber carinho, sente-se querido, respeitado e atendido. Também auxilia no combate às cólicas, o calor do corpo da mãe (ou de quem o carrega) e a posição do bebê (de frente para a mãe) ajudam a aliviar as dores. Para a mamãe, o sling também ajuda a promover o vínculo com seu filho, auxiliando na redução da depressão pós-parto.

Não posso deixar de mencionar o quanto um sling ainda chama atenção. Incrível como ainda há pessoas que não conhecem a peça, algumas acham ótimo, outras criticam achando que estamos "judiando" do bebê. É impressionante o quanto as pessoas comentam. Estranham, acham ruim do bebê estar esmagado lá dentro, questionam, riem, pegam... Viro o centro das atenções em qualquer lugar. Sou abordada até por grávidas e mães de bebês pequenos.

14 comentários:

Roteiro Baby disse...

Eu queria ter me adaptado... aqui em casa não rolou... não funcionou... uma pena!

✿ chica disse...

Tenho visto muitas mamães assim.Linda foto,dá vontade de apertar as bochechinhas!beijos,chica

Sandra Hellen disse...

Adorei o post Rosi!! Eu amo sling, åe graças a ele que tenho conseguido comer e fazer algumas coisinhas aqui por casa...pq igual a você também sou sozinha, então sou eu e eu!! :-)
E é incrível mesmo como é colocar o Elias no sling e ele apagar em minutos...maravilha!!!


Beijos mil

Panmela disse...

Nossa que bacana!!!Olha eu confesso que mesmo ainda ñ sendo mãe,eu não via esse sling com bom olhos,não. Cheguei a dizer que quando tivesse baby eu jamais o usaria,mas visto o seu post, vejo que estava enganada.
P.S.:Linda a foto do DFudu no sling,soninho gostoso,gente...
Beijos querida!!!

Tati Carmo e Melo disse...

Ahhh, Rosi, estou doida para usar o meu. Tentei só uma vez, não consegui, mas não desisti. Espero ter sucesso.
Beijos (Dudu está lindo no sling!)

Bruna disse...

estou louca pra ter um, o Pedro não sai do meu colo... mas tentei uma vez numa loja e foi tão ruim de ajustar que praticamente desisti... tem algum segredo para dar certo?

beijos
bru

Mônika Lovera disse...

Gente sling é tudo de bom!!! Não sei mesmo pq não é mais divulgado e aderido pelas mães. eEu usei com a Helena e ainda uso. Agora, um pouco menos pq ela tá na fissura de andar rsrsrs mas ontem mesmo fomes no mercado de sling e la voltou quase dormindo. Tb falei do sling no meu blog para incentivar as mães a usarem.

Ananda Etges disse...

Eu não conhecia até que ganhei um. Achei uma boa ideia, mas ainda falta o Vítor chegar pra gente testar e ver o que ele vai achar!

Bons passeios de sling com o Dudu!

Beijos, Ananda.

http://projetodemae.wordpress.com/

Rafaela Pâmela disse...

Sling, adoroo! Paquero desde que estava grávida, comprei um pela internet semana passada, estou só aguardando pra usar. Estão lindos de sling ;**

Marta disse...

Oi Rosi! Que linda foto!!!
Como você está magrinha, menina. Parabéns. E o Dudu, que fofo!!!
Gosto muito de sling. Pena que no meu tempo não existia, mas já fiz dois pra minha nora que teve bebê quinta-feira passada.
Se você quiser conhecer o Murilo, dá uma passadinha lá no blog.

Beijo, Marta

Elaina disse...

Confesso que qdo começou a moda do sling torci um pouco o nariz, mas estou vendo tantos depoimentos legais que acho que vou aderir a ele na minha 3a cria (ainda não estou grávida mas pretendo em breve).

E que vc falou sobre a segurança dos filhos mais velhos me chamou atenção, pois tenho 2 meninos sapecas que precisam da minha atenção constante, realmente me preocupa sair com eles e mais um carrinho…

Gostei muito!

Bjs

Elaina
http://www.vidademae.net/

Andrea Fregnani disse...

Que delícia Rosi, o Dudu está lindinho no sling...
A Alice nunca parou dentro do sling, com 2 meses e meio foi pro canguru e adora, cada bebê é diferente né, as mamães que precisam de sensibilidade pra descobrir o jeito melhor de lidar com eles ;)
bjs

Andrea Fregnani disse...

Corrigindo o comentário acima, a Alice tinha 3 meses e meio, maluca eu, 2 e meio ainda não dá pra colocar no canguru não, precisa esperar firmar o pescocinho ;)
bjs

LiLê disse...

Obrigada pela visitinha!!! :D
Ain que delícia slingar sempre quiz um mas nunca comprei afinal aki onde moro não vende afffff não achei em lugar algum.... acho q da próxima vez vou ter que encomendar o meu :D