30 junho 2011

A difícil adaptação

Além de transportar e remontar móveis e caixas, uma mudança de casa requer adaptações de toda a família. Desde a disposição da nova casa, a localização, o acesso, o transporte, enfim, tudo isso já seria difícil naturalmente, com um bebê de 4 meses a situação toma uma proporção muito maior.

Mesmo com a casa semi organizada e estando nela há 5 dias, Dudu ainda não se acostumou ao novo lar. E isso tem influenciado muito o seu sono. Praticamente voltou a ter o sono de um recém-nascido, acordando a cada 2 ou 3 horas durante a noite e não querendo mais dormir a partir das 6h30 da manhã. Tudo isso se agrava com a repentina mudança de tempo, o tempo gelado de São Paulo atrapalha muito o sono. Percebe-se pelas várias acordadas noturnas que ele quer aconchego e proteção, quer apenas ser ninado, até mesmo as mamadas diminuíram.

Pesquisando a respeito, a recomendação é ter paciência. "É compreensível que uma criança pequena fique assustada com rostos desconhecidos e com um lugar completamente diferente. Pode ser que ela se agarre em você e não queira mais largar." E é justamente esse cenário que temos vivido, Dudu está irritado e só quer colo. Já tínhamos percebido essas mudanças quando viajamos por mais de 2 dias, porém agora com a mudança de casa, a situação persiste, deixando papai e mamãe cansados e irritados pelas noites mal dormidas. 

Minha preocupação está principalmente pelo fato do término da minha licença maternidade que está bem próximo. Logo, logo ter uma noite bem dormida se tornará fundamental para mim que terei que enfrentar um belo trânsito para ir e voltar do trabalho, além da rotina diária. Já para o Dudu, se tal situação persistir, minha irmã terá um trabalho enorme com ele que também precisará se adaptar à ela e sua forma de cuidar. 

A psicanalista francesa Françoise Dolto dizia que os ambientes e pessoas precisam ter resquícios da mãe para se tornarem habitáveis psiquicamente pelo bebê. Isso significa que primeiro seu filho precisa perceber que você confia naquele “estranho”, e aí sim ele passará a confiar também, e se sentir confortável na companhia dele. O mesmo vale até mesmo para uma adaptação em ambientes como escola ou berçário. A criança vai ver que aquele é um terreno seguro quando a mãe transitar por ali numa boa. Tenho tentado fazer ele se adaptar ao local levando a todos os cômodos da casa, conversando e brincando com ele. Também tenho o levado mais vezes à casa da minha mãe e deixa-lo ficar mais tempo na companhia de meus sobrinhos. Enfim, sabemos que essa é uma fase, e fases passam, graças à Deus.

Fonte: Baby Center Brasil

5 comentários:

Alethéa disse...

Oi Rosi.

É fase de adaptação mesmo, vai passar, tenho certeza.

Vc está fazendo certo em deixar ele na casa da sua irmã para ir se adaptando. O bebê tem que sentir que vc confia na pessoa para ele confiar tb, isso é verdade.

Quanto ao sono, não esquenta: o organismo da gente se adapta! Digo isso pq Miguel quase nunca dorme uma noite inteira e eu levanto para trabalhar na boa! É a natureza... rs

Abraços!

Sandra Hellen disse...

Ai Rosi! Sei exatamente o que é isso! O Elias nunca foi fácil com o sono, né?! Vc sabe! Mas daí que quando nos mudamos há 1 mês as coisas ficaram de ruim para péssimas...foi terrível mesmooooo!! Muito choro, acordando de hora em hora, muito colo e peito! Mas graças a Deus com 1 semana numa rotina forte e muita paciência ele foi ficando tranquilo e as coisas ficaram tranquilas por aqui.

Espero que o Dudu dê uma ajudinha pra mamãe e tire um soninho bemmmm tranquilo e prolongado!!

Beijos

Iara disse...

Isso, Rosi!
Vc já tem a resposta! É fase, vai passar. Tenha paciência para que seu pequeno se acostume, e isso já já vai acontecer.
Aliás, as mamães, como diz a propaganda do suco Del Vale: "elas esperam o tempo certo para tudo".
Portanto, espera mais um pouquinho, logo o Dudu estará adaptado e feliz ao novo lar.
Um beijão.

by Faby disse...

Rosi, faz um tempão que não venho aqui, mas te acompanho no twitter. Fiquei muuuuito feliz qdo vi que vc havia se tornado mamãe!!!
Seu filho é uma coisa gostosa, parabens!!! Antonio faz 4 anos semana que vem e ano passado tive o Francisco que esta com seis meses!
Nossa vida muda não é mesmo? Não tenho tido tempo de atualizar meu blog, mas estou no TT o tempo todo (@by_Faby). Já te escrevi várias vezes lá, mas acredito que vc não tenha visto!
Um beijo enorme e muita saude pro Dudu
Faby

Mih Fernandes disse...

Tô aki na torcida para que a adaptação seja o mais breve e assim v6 possam curtir o novo lar.
Boa sorte!
Bjokas!