20 junho 2007

Esse jeito tão brasileiro


"Em edifícios cinzentos, imponentes e gigantescos,
Rompem-se os limites da cidade com automóveis numerosos e barulhentos
É preciso um alarme para o silêncio
Damos beijos no asfalto e não olhamos para os seres urbanos.
Paulistano tem esse jeito - chama e vai andando"
(Lilian F.)

P.S: Copiado literalmente da comunidade da minha amiga Ana Tranquera, uma maluca que encontrei em uma das esquinas... Já a foto, bem, eu achei na net.


2 comentários:

ANA PAULA disse...

Ai... Rosi... quase fiz uma de louca... já ia escrever que o poema era lindo... e que já havia lido em algum local só não sabia aonde???rsssssssssssss... Ai Rosi.. vou ter que concordar com vc... TRANKEIRA PURA!rsssssss

Rosi disse...

Isso Ana, bem-vinda ao nosso grupo, hehehe.