29 junho 2007

Momento mulher

Já teve a sensação de abrir o armário e dizer: eu não tenho roupa!
Nem para trabalhar (detalhe para o uniforme chinfrinho que tenho que usar, mas essa é uma outra história), nem para sair, nem para ficar em casa, simplesmente não tenho. Daqui há alguns dias tenho um casamento para ir e sei que será uma tortura achar algo apresentável.
Hoje pela manhã eu olhava desolada para o meu armário e não encontrava nada. Também não estou podendo gastar dinheiro com isso (infelizmente, pois seria um prazer imenso). Ainda sobre o armário, sei que preciso dar uma faxinada nele, aí se vão mais da metade do pouco que tenho para um bazar. Portanto, se me virem por aí com a mesma roupa do dia anterior, por favor me poupe de comentários desnecessários, sim?!
Tava pensando em fazer uma campanha, aceitar doações. Eu nem sou orgulhosa.
Quer fazer uma criança feliz? Doe roupas, doe dinheiro ou me convide para fazer compras patrocinadas por cartões de crédito alheios sem limites. Hehehe.

Prá pensar: Um par de sapatos, uma calça legal, uma bolsa grande e uma bota maravilhosa são anti-depressivos que podem ser comprados sem receita médica.

Um comentário:

Ana Luíza disse...

Obg pela visita...^^
Xii se minha mãe comprasse roupa toda vez q eu falasse que estou sem roupa,tava com um caminhão de roupaa ake rss
procura direitinho ;)
BJOO