20 abril 2009

E o planejamento?

Há um visível desencontro nas emissoras no que diz respeito à escolha e definição dos produtos em sua programação. Dias atrás comentei sobre o programa da Record - O Contratado. O objetivo era ótimo: arrumar um emprego para pessoas que estão à procura. As profissões são aquelas que não exigem diploma universitário como garçon, cabeleireira, motorista, etc. Seis candidatos disputam uma vaga que é conquistada e com contrato assinado na sexta-feira. Até aí, tudo perfeito. Mas após a terceira semana, o programa simplesmente deixou de ser exibido. Nenhum aviso, retiraram o site do ar, enfim acabou.

O game derrapou nos índices de audiência e os executivos da emissora culparam a concorrência da novela “Senhora do Destino” da Globo para o resultado ruim do programa. Mas será que este game era o mais indicado para o horário? Qual a solução para a grade vespertina? Eu acredito que houve uma falha de planejamento em relação a custos e horário. O programa era exibido às 13h30 / 14h de segunda à sexta, um horário que não atinge nenhum público específico, exceto os desempregados.

A solução para o “Programa da Tarde” é continuar com suas intermináveis reprises, pegadinhas e câmeras escondidas tão sem graça como a passagem rápida e frustante do game.

3 comentários:

Dri Viaro disse...

Oi, estou passando pra conhecer ;)
bjs

Nana disse...

Gata, poxa que legal, adorei a sua história e estou aqui esperando algo acontecer comigo.
Quando eu fiz o curso de gastronomia era para virar cozinheira de vez, estava cansada de tudo, como falei por lá, tinha trabalhado seis anos como relações públicas e um ano em editora. Depois nada de aparecer emprego, entrei em depressão e peguei os dois últimos empregos que apareceram na minha frente, já que precisava sustentar a casa.
Logo criei o blog e com esperanças de continuar na gastronomia. Mas o mundo deu uma volta de enorme, percebi pelo blog que eu amo comunicação, principalmente ligado ao assunto gastronômico e feminino.
Tive uma conversa atualmente com meu chefe e ele falou que era para eu arriscar a me encaixar novamente, pq eu tenho capacidade, mas lá era complicado conseguir crescer, já que é uma empresa de arquitetura e não tinha pretensão em crescer tanto além de projeto.
Como fui relações públicas por longo tempo, não tenho portifólio para mostrar e o blog crescendo, decidi arriscar em usar o blog como portifólio para conseguir emprego.
Não que depois de empregada irei parar com o blog e sim continuar.
Já tenho contato de grandes empresas para participar de postagens (de grátis, claro, ainda sou pequena para solicitar dindin). Rosi, para mim tudo está sendo um mundo que não conseguirei controlar, estou com medo e ao mesmo tempo com esperanças de dar uma volta em tudo que já aconteceu na minha vida.
Mas vamos que vamos.
Obrigada viu com seu carinho, faça o curso de cabeleiro mesmo assim, as vezes, é uma forma de relaxar.
Bjss

Lidiane Vasconcelos disse...

Oi, Rosi!

Ai, Rosi! Nem assistia a esse programa... aliás, não vejo TV á tarde. Difícil achar algo legal na TV aberta e eu não tenho canais pagos...

Mulher, tenho que confessar que tenho canecas coloridas e divertidas para o dia-a-dia também, e as acho práticas. Não pretendo deixar de usá-las no dia-a-dia não! Tenho também umas xícaras mais basiquinhas que uso para tomar café mais frequentemente... mas quem disse que resisti a tentação de ter um conjuntinho mais caprichado como o da imagem do post? Afff!!!!

E as meninas estão dando bons argumentos para eu ter, mas também me aconselhando a não investir taaaanto assim. Dá para ser mais caprichosa e encontrar alternativas mais baratas, néam?

Aguardemos as cenas dos próximos capítulos...ehehehe...

Beijos