20 abril 2009

Sempre ele, o rei

Me chamem de velha, cafona, antiquada ou de gosto musical duvidoso. Confesso que amo o Roberto Carlos. Sim, amo! Eu cresci ouvindo, Vovó era fanzoca, Mamis fica com os olhos brilhando até hoje. Posso até dizer que ele foi o responsável pela trilha da minha infância muito mais do que as musiquinhas da Xuxa, Balão Mágico e Mara Maravilha. Fui a dois shows dele (mas não peguei nenhuma rosa) e não perco nenhum especial de fim de ano.

Tá, sei que ele é o embaixador brasileiro do TOC e que isso faz dele uma pessoa reservada no seu próprio mundo esquisito, mas levante a mão quem nunca se pegou cantando um musiquinha dele, mesmo aquela "São tantas já vividas, são momentos que eu não esqueci, detalhes de uma vida, histórias que eu contei aqui..."

A questão é que o Rei tá fazendo 50 anos de carreira e merece muito respeito.

2 comentários:

Roberta Bernardo disse...

Eu sou louca pra fazer aquele cruzeiro e assistir ao show... quem sabe... vou juntar as moedinhas!! ssrsrs
Bjks, Beta
www.criativesse.blogspot.com

Jane Murback disse...

Totalmente Rei.
Quem não souber 90% das músicas dele que atire a primeira pedra.
Ainda mais depois que o Selton Melo (meu sonho de consumo master) cantou Outra Vez no Meu nome não é Johnny. Só love.
Bjo