29 setembro 2009

Livro: A cabana

Sinopse: Durante uma viagem que deveria ser repleta de diversão e alegria, uma tragédia marca para sempre a vida de família Mack Phillip: sua filha mais nova, Missy, desaparece misteriosamente. Depois de exaustivas investigações, índicios de que ela teria sido assassinada são encontrados numa velha cabana. Imerso numa dor profunda e paralisante, Mack entrega-se à Grande Tristeza, um estado de torpor, ausência e raiva que, mesmo após quatro anos do desaparecimento da menina, insiste em não diminuir.

Um dia, porém, ele recebe um estranho bilhete, assinado por Deus, convidando-o para um encontro na cabana abandonada. Cheio de dúvidas, mas procurando um meio de aplacar seu sofrimento, Mack atende ao chamado e volta ao cenário de seu pesadelo. Chegando lá, sua vida dá uma reviravolta. Deus, Jesus e o Espírito Santo estão à sua espera para um "acerto de contas" e, com imensa benevolência, travam com Mack surpreendentes conversas sobre vida, morte, dor, perdão, fé, amor e redenção, fazendo-o compreender alguns dos episódios mais tristes de sua história.

-------------------------------------------------------------

Sou uma leitora assídua, e este foi o melhor livro com o qual deleitei-me ultimamente.

A narrativa é de uma perfeição que poucos escritores detém, por conta da disposição dos fatos ocorridos, que se sucedem de uma forma que você sempre quer saber o que vai acontecer.

O que posso dizer é que eu já via Deus de uma forma diferente do que as religiões costumam pregar, vejo de uma forma mais ampla, mais doce e mais amiga, e este livro me completou de uma forma peculiar. Como costumo ler no caminho do trabalho, tive inúmeras vezes que disfarçar as lágrimas que teimaram em cair, sofri com o personagem quando perdeu sua filha e sua fé, e em sua vida se instalou "A grande tristeza".

É impossível acreditar que alguém que descreve com tanto requinte de detalhes, não tenha estado com Ele. Acredito sim, e o livro me deu muitas esperanças que nós, seres humanos, somos tão amados por Deus que ele nos entende sempre e de todas as formas, nos amando cada vez mais.

Intenso, sensível e profundamente transformador.

Não há sofrimento na Terra que o Céu não possa curar

15 comentários:

Estúdio de Design disse...

Rosi,
leio bastante também. Sabe que peguei várias vezes este livro, mas ele nunca foi o escolhido. Valeu a dica! Estou com um meio "denso" de filosofia agora, mas quem sabe esse seja o próximo.
Beijos
lele

Fabiana disse...

Oi Rosi, tudo bem?
Eu gostei muito desse livro também, leitura suave e fácil.
Agora estou lendo Gisele, a amante do inquisidor, já ouviu falar? É um livro espiríta. Apesar de não professar as idéias, gosto muito de ler esse tipo de literatura. E já tenho três esperando para serem lidos, todos espiritas também.

Katia Bonfadini disse...

Rosi, vinda de você, a sugestão merece entrar na minha lista de leitura! Eu adoro ler mas há pouco mais de um ano decidi ler somente livros escritos em francês pra poder praticar essa língua que tanto admiro e que aprendi sozinha, por meio de livros auto-didáticos. O chato é que fico meio limitada porque não encontro muitos títulos aqui no Rio. Esse livro "A cabana" Já tinha me chamado a atenção por causa da capa, que achei bonita e instigante. Beijão!!!

HSLO disse...

Ontem minha amiga estava comentando sobe esse livro comigo...eu vou ler...


Obrigado pela dica viu.



abraços



Hugo

Bia disse...

Oi, Rosi, já me falaram muito bem deste livro... pretendo lê-lo, mais pra frente!
Abraços!

Claudia de Paula disse...

Eu quase comprei este livro, assim que saiu. O que me impediu ? criticas...este livro, pelo que vejo (e ouco falar das pessoas que o leram)ou se adora como um dos melhores livros ja escrito,(pelo jeito a sua opiniao :) ou se odeia e acha uma tentativa de sensacionalismo sentimentalista. Ou se da cinco estrlas ou uma. Vou deixar pra formar opiniao quando tiver numa faze de vida mais objetiva. Estou muito sensivel agora...
Ah, sobre o meu post..desculpe deveria ter escrito pistache,nao pistachio (ingles). E' uma noz de cor verde. Uma delicia ! Sei que tem ai no Brasil.Lembra que na novela "a favorita" a personagem da Claudia Raia vivia comendo sorvete de pistache ?

Fla disse...

Menina eu chorei tanto lendo esse livro. Simplesmente adorei.
Beijos
Fla

Ana Carolina Peixoto disse...

Amiga, tô tão em falta com vc! Vc não sabe a minha felicidade de vc ir lá comentar no meu blog indepedente da minha ausência temporária no seu... rs! Tô numa fase de trabalho bem hard. E a família tb precisa da minha atenção, né? Todo mundo tá falando desse livro. Tô doida para ler. Uma amiga aqui do trabalho não consegue parar de ler. rs!

bjs,

Uma Mulher de Fases disse...

Rosi,

Este será um comentário triplo!

Quanto ao livro, sou péssima de primeira impressão, quando vi o trailler do filme, achei que era de terror, então ler o livro nem passou pela minha cabeça!!

Em relação ao Mappim, íamos sempre, aqui em Santo André, onde hoje é o Shopping ABC, o melhor do ABC! Pra você ter uma idéia do tamanho do Mappim, hoje é um Shopping! Eu adorava a parte de camping, pois vivia brincando entre as barracas Capri, rs rs rs.

Já com relação a entrevista, adorei, não pude ler no dia, pois estava sem computador no Rio, mas li hoje, chorei e comentei no blog da entrevistada!

Beijos!!!!

Érikinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Érikinha disse...

A minha história com esse livro é bem interessante... Tinha acabado meu relacionamento fazia apenas alguns dias, estava em busca de algo que me ajudasse no processo de recuperação.

Foi quando uma amiga me indicou para ler "A CABANA". Solicitei o livro na biblioteca do banco, mas ia demorar pois eles estavam modernizando o sistema de solicitações. Ai resolvi comprá-lo, olhei na internet e era R$ 14,90, mas ia demorar pra chegar e eu queria ler o quanto antes. Acabei indo no shopping e comprei o livro por R$ 24,90... Dez reais a mais só para ter o livro naquele instante (tipico de pessoa anciosa).

No bom sentido, comi o livro. Adorei essa nova forma de ver Deus e de perceber que Ele nunca se manifesta da forma como imaginamos. Sem falar na riqueza de detalhes e nas mensagem biblicas que são passadas de forma bem sutil!

Para minha surpresa, ocasionamente, naquele dia encontrei meu ex e tanto ele quanto eu estavamos com o mesmo livro nas mãos. A CABANA. rs

:: Nanda :: disse...

oi rosi...
sabe, eu acabei de ler a saga crepusculo (amei) e fiquei sentinto falta de um livro no caminho do serviço. há algumas semanas eu estava procurando esse livro para alguem me emprestar mas não aconteceu.. hoje de manha quando li seu blog me senti encorajada rs.. na hora do almoço fui na saraiva e comprei-o. Ja estou no terceiro capitulo e estou amando. Obrigada pela dica.
beijos

Dan disse...

Oi Rosi,

Desculpe a demora, mas o menino do pijama listrado é lindo e o filme também vale a pena. Não tem concessões é denso e forte, mas muito bonito.

Abraços

Casa Corpo e Cia. disse...

Oi Rosi querida, desculpe-me o sumiço, mas saiba que estou sempre aqui dando uma olhada nas suas matérias tão interessantes e criativas... adoro ler tudinho, mas nem sempre consigo comentar... tô trabalhando demais e chego em casa pra lá de bagdá, pronta pra me jogar na cama e dormir, rs.

Um beijo,

Re.

Casa Corpo e Cia. disse...

Gostei demais da sinopse deste livro e me interessei em lê-lo. Eu estou lendo um aos poucos, porque quase não tenho tempo é o Casais Inteligentes Enriquecem Juntos, é finanças para casais, mas dá pra aprender muita coisa pra quem ganha o seu próprio dinheiro...

BjOs,

Re.