01 julho 2010

Convênio médico, troca de GO e outras dores de cabeça

Desde que me tornei uma treinante providenciei um convênio médico novo e mais abrangente para que minha gestação fosse tranquila. Decidimos que eu iria aderir ao convênio da empresa que o marido trabalha, porque o convênio oferecia o que procurávamos.

Como a carteirinha do convênio demorou mais que o previsto, assim que descobri que estava grávida resolvi marcar uma consulta com o GO que já passada e faz parte do convênio da empresa. Nesta modalidade de convênio, não há custo para os funcionários, porém a cobertura é apenas para as consultas, exames e demais procedimentos devem ser feitos em particular. Esse GO é bastante agradável e como já estou acostumada com ele, acreditei que poderia continuar sendo atendida através do novo convênio.

Na próxima semana está prevista a realização da primeira ultrasson e imaginem a minha expectativa para esse momento. Pois é. Mesmo sem a bendita carteirinha, consegui o número e começou a saga para encontrar um laboratório para meu esperado exame. Os laboratórios que estou acostumada a fazer exames infelizmente não atendem meu plano, assim me sobraram alternativas bem distantes de casa e do trabalho. Quanto ao GO, eis a minha maior preocupação, começa a saga pela busca de um profissional no qual eu me identifique, porque o atual também não atende o meu plano. Há, porém, a alternativa de continuar sendo atendida por ele pelo convênio da empresa e realizar os exames pelo novo convênio. Ou ainda, darmos um "up" no plano do novo convênio e talvez resolver esses problemas, mas nada me garante que poderá haver uma indesejada carência...Dúvida cruel.

4 comentários:

Priscila disse...

Oi, Rosi!
Não dá pra continuar com o GO atual e pegar reembolso com o plano? Eu fazia isso.
Bjs.

Mamãe Élen disse...

Também estou com um probleminha em relação ao meu GO: gosto dele, mas acho que ele vai acabar me levando pra outra cesariana, o que quero evitar...´e até achar outro com o qual me identifique... ó dúvida cruel...
Beijos.

claudete disse...

Primeiro parabéns pelo bebê e pela linda mamae. Mas não tenha muitas preocupações que possasm afetar sua gestação. Se seu GO permite reembolso seria a forma mais correta de continuar com os médicos que você confia , veja se é possível.Abraços.vai dar tudo certo.

Anônimo disse...

Às vezes é melhor até ficar sem convênio médico mesmo. Vi no www.conveniosmedicos.org o ranking da ANS e dá pra perceber que a qualidade é muito ruim.

Mas fiquei com uma dúvida: o plano do seu marido não vai cobrir o parto?