02 setembro 2009

Tchau, pessoal

É comum recebermos textos emocionados de colegas que estão deixando a empresa que trabalhamos ou empresas parceiras. Mas ainda não me acostumei com o fato que um colega de trabalho se vai e o outro mais chegado se sente à vontade para fazer um texto em homenagem a relação de amizade que ali existe e compartilhar com toda a empresa.

Recentemente vivi tal experiência seguida pelo fato da pessoa que estava de partida fazer sua despedida por vários semanas, todos os dias eram discursos do tipo: quando eu for embora, você vai sentir minha falta? A inconveniência foi tanta que todos estavam rezando para que o fatídico dia chegasse. Acredito que em seu happy hour de despedida todos comemoram o final daquela ladainha sufocante.

10 comentários:

Alethéa Casal disse...

KKKKKKKKKK!!!!!!! Passei por isto outro dia aqui na empresa... foi um alívio quando o "colega" se foi...

Priscila disse...

Rsrsrsrsrs. Acho que um email de despedida pros mais chegados é legal, mas mandar pra todo mundo não tem nada a ver. Eu mesma, já recebi email de despedida de quem eu nem conhecia...

Aline disse...

hahahahahhaa...
Gente, que coisa chata! A pessoa acabou se tornando um mala!!

Eu rabugenta?? kkkkkkkkkk
Só um pouquinho....
Mas minha "rabugentisse" é com o modo que as pessoas acabam usando esses meios.. O msn eu uso sempre, mas minha lista é nanica também, só os chegados...
Ah Blog nem falo nada...porque é minha paixão também...rsrs

Beijoss

Fla disse...

Eu não fiz isso quando saí de nenhum dos lugares onde trabalhei, mas fiz questão de abraçar a todos. Aliás, na penúltima empresa eu chorei das 08:00 das 18:00... hahahaha.
Bjs
Fla

Elaine disse...

kkkk!! Faz tanto tempo que trabalho de casa que esqueci como são as coisas no mundo corporativo!!
Muito boa sua observação, Rosi!kkkk

Fabiana disse...

Deve ser insegurança, rs.
AInda não aconteceu nada pareceido comigo, mas deve ser um ô!

Beijos, obrigada pelos seus comentários.

HSLO disse...

Hum...já passei por isso, viu amiga.

abraços

Hugo

Leticia disse...

Aqui aonde trabalho, acontece com alguma frequência. Costumam mandar um email deixando contato e falando sobre a experiência que tiveram. Mas o Happy Hour fica restrito as pessoas que são mais próximas...
Já passei por situações de alívio (maldade total) e situações em que fiquei muito triste, afinal de contas, criei vinculos com a pessoa... é a vida, não? rss
Mas tem que ter "noção"!
Beijo,

Patrícia Pirota disse...

Primeiro a senhora me dá um susto com esse título! Corri aqui porque, de alguma forma associei o título a você estar se despedindo...

Mas ufa... Não é nada disso...

Que inconveniente este ser que se despediu não é? Se não era detestada por algumas pessoas, aposto que passou a ser =)

Ó...Voltei a postar, viu. Prometo que vou fazer o possível pra não sumir mais, de lá e daqui =)

Beijo procê.

Helinha disse...

Hummm.. com uma colega minha foi pior...

A direção ia anunciar a saída dela discretamente, mas ela fez questão de fazer discursos e ficar falando nisso sem parar...

Só que não deu certo o projeto e ela acabou ficando lá com a gente mesmo!!

Nossa, foi hiper-constrangedor!!

^^

Beijooooss!!